Terapia On-line

Bem-vindo(a) ao Psicoterapêutico.

Este portal é mantido pelo psicólogo Ezequiel de Almeida, CRP 14/05292-8.
 
O site psicoterapêutico tem como principal objetivo, criar um espaço de informação e orientação presencial e on-line. Navegue no nosso site e conheça as modalidades de atendimento, os serviços prestados e as matérias do portal. E não hesite de entrar em contato!
 
Sobre o Portal
Psicoterapêutico
Sobre o Psicólogo
Ezequiel de Almeida
Mais sobre
Terapia On-line
Imprimir

Bebidas energéticas podem fazer mal ao coração, aponta estudo

    • Bebidas energéticas podem fazer mal ao coração, aponta estudo 
    • Os energéticos, bastante consumidos por jovens em festas, podem levar a problemas no coração, diz estudo apresentado neste domingo durante o Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, que acontece em Barcelona até quarta-feira. Segundo o autor da pesquisa, da Faculdade de Medicina de Nice, na França, o consumo em excesso dessas bebidas pode levar a condições adversas incluindo angina, arritmia cardíaca e até mesmo morte súbita.

      Cerca de 96% dessas bebidas possuem cafeína, com uma lata típica de 250 mililitros contendo o equivalente a dois cafés expressos. A cafeína é um dos mais potentes estimulantes dos receptores de rianodina e leva a uma grande liberação de cálcio dentro das células cardíacas. Isso pode causar arritmias, mas também tem efeitos sobre a capacidade do coração de se contrair e usar oxigênio.O estudo analisou diversos casos associados ao consumo de energéticos entre janeiro de 2009 e novembro de 2012 e contou com a participação de 15 especialistas, incluindo cardiologistas, psiquiatras, neurologistas e fisiologistas. 

      Durante o período, foram reportados 257 casos, sendo que 212 forneceram informações suficientes para análise.Os especialistas informaram que, dos casos reportados, 95 apresentaram sintomas cardiovasculares, 74, psiquiátricos; e 57, neurológicos, com sobreposição em alguns. Paradas cardíacas ou mortes inexplicadas aconteceram em ao menos 8 dos casos, enquanto 46 pessoas apresentaram arritmia, 13 tinham angina e 3, hipertensão.Nós encontramos que a síndrome da cafeína era o problema mais comum, acontecendo em 60 pessoas. Ela é caracterizada por taquicardia, tremores, ansiedade e dor de cabeça. 

      Eventos raros, mas severos, também foram associados a essas bebidas, como morte súbita, arritmia e parada cardíaca.O estudo recomenda que pessoas que já apresentam algum problema no coração devem evitar o consumo de energéticos, pois a cafeína pode exacerbar a condição com consequências fatais. Ademais, registrou-se alerta sobre o risco de consumo dessas bebidas durante exercícios físicos ou misturadas com álcool.


 

  • Autor:
  • Fonte: O globo

Contato

Tire suas dúvidas sobre terapia e o processo terapêutico.

Envie-nos um e-mail!

 

Serviços Psicológicos On-line

Serviços Psicológicos On-line é uma prática regulamentada pelo Conselho Federal de Psicologia e tem muitas vantagens.

Saiba mais